10 blocos de carnaval imperdíveis

Finalmente foi dada a largada para o carnaval e se você mora ou vai aproveitar a festa nas cidades de Olinda, Recife, Salvador, Rio de Janeiro ou São Paulo, não pode deixar de conhecer o carnaval de rua desses lugares! Uma coisa é certa: tem blocos para todos os gostos, que tomam as ruas levantando diferentes bandeiras ao som de todo tipo de música, percussões, instrumentos de sopro e trios elétricos! O importante é não ficar parado e se jogar na multidão.

Para facilitar a escolha dos foliões, listamos os dez blocos de rua mais famosos e alguns deles já desfilam no começo de fevereiro, hein?

RECIFE

Galo da Madrugada

O maior bloco do mundo! Só com esse título já deu para perceber que curtir o carnaval do Recife, sem conhecer o desfile do Galo da Madrugada, não tá com nada, hein? O bloco abre a folia de Momo, tradicionalmente, no sábado de Zé Pereira (10/02), às 9h, com concentração no bairro de São José, região central do Recife. A festa do Galo da Madrugada se estende até à noite, terminando na Avenida Guararapes, no bairro de Santo Antônio. É o famoso: tem que ir pelo menos uma vez na vida!

Bloco da Saudade

O Bloco da Saudade completa 43 anos em 2018 com a mesma proposta do primeiro desfile: saudar os carnavais da primeira metade do século 20! Um grupo de amantes do carnaval daquela época fundou o bloco e o batizou em referência à marcha Valores do Passado, do compositor Edgar Moraes, que toma as ruas do Recife e Olinda durante o carnaval. Vale a pena prestigiar com toda a família.

OLINDA

Homem da Meia Noite

Declarado o Patrimônio Vivo de Pernambuco desde 2006, o Homem da Meia-Noite é o boneco gigante mais famoso no carnaval de Olinda. Saindo sempre à meia-noite do sábado (10/02) para o domingo, o Calunga, como é conhecido, leva uma multidão pelos 3,5km de percurso na Cidade Alta, abrindo oficialmente o carnaval de rua mais tradicional do país.

Enquanto Isso na Sala da Justiça

A manhã do domingo (11/02), no Alto da Sé de Olinda, já tem uma certeza: receber uma legião de super-heróis. Foliões de todas as idades fantasiados dos personagens mais famosos da ficção se encontram para brincar o carnaval. A agremiação existe há mais 20 anos, passa por gerações e conta ainda com a tradicional descida de rapel do Homem-Aranha do alto da caixa d’água da Sé. Se você quer conhecer toda a irreverência do carnaval de Olinda, não pode perder o desfile da Sala da Justiça!

Eu Acho É Pouco

O bloco do Eu Acho É Pouco surgiu na época da ditadura militar e carrega além da irreverência, forte posicionamento político até hoje. As ruas de Olinda são tomadas pelas cores vermelha e amarela e o Dragão acompanha o desfile ao som da famosa batucada e orquestra da agremiação. Atualmente, existem três desfiles e um ensaio aberto. Sendo o sábado (10/02) e a terça-feira (13/02), para os adultos e a segunda-feira (12/02), para as crianças, no Eu Acho É Pouquinho. O Ensaio aberto acontece há três anos, quinze dias antes do carnaval e arrasta uma multidão pelas ladeiras de Olinda no domingo.

RIO DE JANEIRO

Cordão do Bola Preta

Nem só de samba vive o carnaval do Rio de Janeiro. Criado em 1919, o Cordão da Bola Preta pode ser considerado o maior bloco de rua carioca e encabeça a lista dos blocos tradicionais  que ainda continuam em atividade. Até hoje, o Bola Preta arrasta multidões em seu desfile no sábado de carnaval (10/02), pelo cento da cidade ao som das tradicionais marchinhas de carnaval.

Suvaco do Cristo

Apesar de ser mais novo, criado em 1986, o Suvaco de Cristo já é considerado um dos blocos tradicionais da cidade maravilhosa. Oriundo da praia, como o objetivo de reunir os amigos, o Suvaco cresceu, se tornando um dos mais populares da Zona Sul e leva mais de 35 mil pessoas no desfile, que acontece no dia 04/02, às 10h.

Bloco da Preta

O Bloco da Preta já virou tradição na semana pré do carnaval carioca (04/02) e arrasta uma multidão de foliões pelo centro do Rio. Comandado pela cantora Preta Gil, o trio elétrico reúne famosos e convidados que aquecem a cidade para o desfile das escolas de samba.

SÃO PAULO

Acadêmicos do Baixo Augusta

O sinônimo do carnaval Paulistano! Assim podemos descrever o Acadêmicos do Baixo Augusta! É simplesmente imperdível. A essência do bloco é reunir gente moderninha, com música boa (mistura marchinhas e hits) e (MUITA) gente bonita! Agitado, cheio, mas com boa dispersão e nada de tumulto. Anota aí: dia 04/02, na Rua da Consolação.

Casa Comigo

O bloco mais bombado de São Paulo e com mais gente bonita por metro quadrado da cidade. Apesar de atrais muitas pessoas, vale demais curtir a festa e depois colar em outro bloco na região da Avenida Faria Lima, dia 03/02.

SALVADOR

Conhecido pelo tradicional carnaval com trio elétrico e muito axé, a dica para quem pretende curtir a festa em Salvador é chegar uma semana antes e acompanhar os cortejos afro, como o do Ilê, conhecer de perto o desfile e a magia dos agogôs dos Filhos de Gandhy e curtir o tradicional ensaio do Olodum, no Pelourinho. Com certeza você não vai se arrepender.

Gostou das dicas? Compartilhe com os amigos que vão curtir o carnaval nessas cidades!

 

comments

Add comment

Your comment will be revised by the site if needed.