Estímulos olfativos são registrados diretamente pelas emoções

Você já sentiu um cheiro que te lembrou de alguém ou algum momento da sua vida? Essa relação entre cheiros e emoções é explicado pela ciência e vem sendo estudado ao longo da evolução humana.

 

O cérebro foi evoluindo proporcionalmente à medida que o homem evoluía. Antes, dominado pelo poder instintivo do homem dedicado à caça, ele gerava duas reações: medo ou ataque. O cérebro era limitado e ele entendia através das análises geradas pelo subconsciente que o homem precisava ter medo, ou se podia atacar a presa.

 

Com o passar do tempo e avanço evolucional, novas funções foram adquiridas e ele começou a gerar emoções e análises mais profundas e racionais. Porém, as reações instintivas permaneceram presentes e existem até hoje. Toda informação que o homem absorve do mundo externo através dos canais do sentido (visão, paladar, audição e tato), é primeiro analisado por essa parte “antiga” do cérebro que filtra a informação: ou a informação oferece medo, ou gera identificação e curiosidade. Se a reação desse filtro do cérebro for de medo, o homem evita e não repassa informação para novas análises cerebrais. Mas se o a situação despertar interesse, a informação é instantaneamente enviada para as outras partes do cérebro, podendo haver uma ação motora, ou gerar emoção.

 

Porém, quando o estímulo vem através do olfato, ele não passa por essa filtragem instintiva do cérebro que decide se a informação é interessante ou não. A identificação daquele cheiro vai direto para o lado das emoções e automaticamente seu corpo sente essa reação. Isso porque os cheiros despertam emoções no ser humano que podem ser positivas, ou não.

 

Quer uma prova disso? Passe próximo a um restaurante que você adore e sinta o cheiro. Você pode ter acabado de comer, mas provavelmente vai despertar a vontade de provar aquele prato que você ama. Ou então lembre da sua infância, do perfume que você usava, ou de um cheiro bem característico que te faz lembrar alguém do passado.

 

Interessante, não? Por isso é comum ter pessoas que gostam de manter o mesmo perfume durante anos, porque sabem que ao sentirem aquele cheiro, lembrarão dela. E você? Qual fragrância te traz uma boa recordação?

comments

Add comment

Your comment will be revised by the site if needed.