Você saber o que é ser vegano?

Veganismo é o mesmo que vegetarianismo restrito, ou ainda, vegetarianismo profundo. Ou seja, veganos não consomem nenhum produto de origem animal, nem fazem uso de animais para trabalho, experimentação, entretenimento, entre outros.

O termo veganismo surgiu no século XX, mas o vegetarianismo não é uma “nova moda”, na realidade, ele tem uma longa história. Brahminismo, budismo, jainismo e zoroastrismo, todas estas religiões há muito estabelecidas, defenderam a abstenção da carne como alimento, como fizeram também alguns dos primeiros filósofos e pensadores como: Pitágoras, Sêneca, Ovídio, Diógenes, Platão, Plotino e Sócrates.

O veganismo é uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade. Dos veganos junk food aos veganos crudívoros – e todos mais entre eles – há uma versão do veganismo para todos os gostos. No entanto, uma coisa em comum é uma dieta baseada em vegetais, livre de todos os alimentos de origem animal, como: carne, laticínios, ovos e mel, bem como produtos como o couro e qualquer produto testado em animais.

Vegano – ou vegana –, portanto, é a pessoa que pratica o veganismo, não contribuindo para o sofrimento dos animais.

Pessoas que adotam o veganismo em suas vidas, ao contrário do que muitos pensam, comem bem e de forma variada. Existem centenas de alimentos naturalmente veganos como arroz, feijão, legumes, hortaliças, castanhas, frutas e muitos outros. Há também pratos tradicionais que não têm nada de origem animal em suas receitas originais. É o caso de muitas receitas árabes, brasileiras, italianas, mediterrâneas e orientais.

Impulsionados por esta antiga filosofia surgiram então os produtos comercializados com esta finalidade e assim vieram os Cosméticos Veganos que tratam-se de cosméticos desenvolvidos sem nenhum teste realizado em animais e onde todos os produtos fabricados para este mercado não contém ingredientes de origem animal. Como sabemos a lista é extensa e além de produtos como leite e mel, a indústria cosmética utiliza vários ingredientes de origem animal na composição de cremes, xampus e sabonetes, produtos como: proteínas (colágeno, colágeno hidrolisado, gelatinas e alguns aminoácidos isolados); lanolinas puras, acetiladas e/ou etoxiladas; e ésteres derivados do sebo animal são alguns dos exemplos mais comumente utilizados nessa indústria.

comments

Add comment

Your comment will be revised by the site if needed.